14 Factos Incompreensíveis do Universo!

14 Factos Incompreensíveis do Universo!

 

Se tudo no cosmos é verdadeiramente “tudo o que é, foi e sempre será”, nunca poderá ser realmente conhecido cientificamente, mas o que sabemos é que o Universo abrange cada coisa que a ciência pode estudar e descrever, e ir muito mais além. Ainda há mistérios que permanecem para serem descobertos, mas os nossos maravilhosos cientistas já descobriram fatos incríveis, mostrando-nos fatos e conhecimentos sobre o Universo que datam de milhares de anos. Vamos fazer uma viagem científica sobre os 14 acontecimentos mais inacreditáveis desse grande mistério, que até hoje o ser humano ainda está explorando. Vai ser um passeio emocionante!

 

1. O comprimento do seu DNA se estende até Plutão e volta… 6 vezes.

 

1

 

Se você pudesse esticar todo o seu DNA, ele teria nada menos do que 54 biliões de quilómetros! A distância entre a Terra e Plutão é de 4,28 biliões de quilómetros.

 

2. Você poderia colocar toda a humanidade nisto.

 

2

 

99,9999999% da matéria é apenas espaço vazio. Então, se você fosse remover todo este espaço dos átomos de seres humanos, você poderia colocar todos os 7 biliões de seres humanos em um único cubo de açúcar.

 

3. Somos realmente feitos de estrelas.

 

3

 

Há muitos milhares de milhões de anos atrás, uma estrela explodiu, e as reacções que ocorreram durante esta grande expansão foi responsável por criar o cálcio dos nossos ossos e o ferro no sangue.

 

4. E parte de nós vem do início dos tempos.

 

4

 

A maioria dos átomos de hidrogénio contidos no seu corpo foram realmente formados logo no início dos tempos, na explosão que também é conhecida como o Big Bang. Em certo sentido, então, temos vivido para sempre.

 

5. O Big Bang pode ‘aparecer’ na televisão.

 

5

 

Você lembra daquele barulho irritante que aparecia na televisão quando você mudava de canal ou quando ficava fora do ar? Aquilo é, na verdade, uma parte do arrebol do Big Bang. Arrebol é a cor da luz no amanhecer ou anoitecer.

 

[click_to_continue]

6. O céu nocturno é uma porta à pré-história.

 

6

 

O telescópio espacial Hubble, usado pela NASA, verifica 13 bilhões de anos no passado, mas isso não significa que está voltando ao passado em si. É simplesmente porque a velocidade da luz significa que o que podemos ver na verdade, em muitos casos, é a luz de estrelas que não existem mais.

 

7. A pegada no homem na Lua vai durar milhões de anos.

 

7

 

A Lua não tem atmosfera, portanto, não há vento nem água que possa apagar a famosa pegada de Neil Armstrong. A Lua é sem dúvida o melhor lugar para deixarmos nossas marcas.

 

8. O silêncio do espaço.

 

8

 

O som deve viajar através de algo, ou então ele desaparece. E pelo fato do espaço ser meramente um vácuo, nenhum som pode viajar através dele. Portanto, o espaço é incrivelmente silencioso.

 

9. Metais idênticos no espaço se conectam naturalmente para sempre.

 

9

 

Combinar metais na Terra não é uma tarefa tão simples. Já no espaço, se dois metais são os mesmos, uma vez que eles se encontram, são imediatamente ligados entre si. Caso não sejam separados à força, eles vão permanecer assim para sempre.

 

10. Um dia em Vénus é quase o seu ano inteiro.

 

10

 

Um dia em Vénus – o tempo que o planeta leva para fazer a órbita do Sol – é o equivalente a 224 dias na Terra. Mas um dia todo, ou seja, o tempo que o planeta leva para girar sobre o seu eixo, é de 243 dias. Além disso, este é o único planeta que na verdade roda para trás. Que mundo estranho!

 

[click_to_continue]

11. Quase 100% da massa do sistema solar pertence ao Sol.

 

11

 

Você sabia que, para replicar a escala do Sol, precisaríamos de 1,3 milhões de planetas do tamanho da Terra para realizar tal feito? O Sol toma conta de 99,86% de toda a massa contida dentro do Sistema Solar.

 

12. Existem 3 sextilhões de estrelas.

 

12

 

O número de estrelas em todo o Universo é de cerca de 3 sextilhões (para se ter uma ideia, coloque 21 zeros após o 3). Este número consegue ser maior que a quantidade total de grãos de areia de toda a Terra. Essa informação realmente coloca o Universo em outra perspectiva.

 

13. Uma estrela explodindo: uma colher de chá pesa mais que o Monte Everest.

 

13

 

Uma estrela de neutrons é formada quando uma estrela gigante finalmente explode. Elas são incrivelmente densas e giram em torno de 600 vezes em apenas um minuto. Se uma colher de chá dela tem o peso equivalente ao Monte Everest, qual seria a densidade dessa estrela? O Universo nos encanta.

 

14. Nós não sabemos nada de aproximadamente 95% do Universo

 

14

 

Os objetos reais que podemos ver com nossos olhos (ou potencialmente ver) no Universo constituem apenas 5% de todo o cosmos. Dos outros 95%, cerca de 68% é energia escura invisível, e 27% é formado de matéria escura.