15 estradas incriveis e perigosas

15 estradas incriveis e perigosas

 

Nada mais relaxante que se atirar à estrada num sábado de sol e viajar por aí cruzando lindas e bucólicas estradinhas com um horizonte a perder de vista, certo? Não. Pelo menos em algumas rotas que te vamos mostrar. Nestes sitios as estradas são de meter medo em qualquer aventureiro. Cruzando abismos, passando por túneis que acabam em enormes gargantas ou levando o viajante a pirambeiras intermináveis, esses caminhos são pura brutalidade.

 

Zoji La, Índia

 

1

 

O caminho possui apenas nove quilômetros e conecta as regiões de Ladakh e Cachemira. Uma das principais dificuldades é o de que, além de ser estreito e ficar no alto das montanhas (mais de 3 mil metros, superior a qualquer montanha existente no Brasil), a via é cheia de animais

 

Estrada Transfăgărășan, Romênia

 

2

 

A estrada corta a região dos Cárpatos (onde teria vivido o Conde Drácula) e alcança os 2.034 metros, sendo considerada a mais alta da Romênia, com vistas lindas e perigosas.

 

Dalton Highway, Alaska

 

3

 

A estrada mais isolada do mundo tem 666 quilômetros. Durante todo o trajeto existem apenas três povoados e muita, muita neve. Experimente ficar sem gasolina aqui….

 

Khardung La, Índia

 

4

 

Segundo os dados oficiais, esta estrada chega à altitude de 5.602 (quase a altitude do Elbrus, a montanha mais alta da Europa e praticamente o dobro de qualquer montanha brasileira). Ela está no livro dos recordes como a mais alta do Planeta.

 

Estrada para Los Yungas, Bolívia

 

5

 

Quando o assunto é lista de estradas perigosas, os países andinos, com suas enormes altitudes, não podem ficar de fora. Esta estrada, na Bolívia, é uma das mais arriscadas do Planeta e tira, anualmente, cerca de 300 vidas. De um lado, uma montanha rochosa e, de outro, um abismo de mais de 600 metros. Dá medo até de pensar.

 

Estrada do Atlântico, Noruega

 

6

 

Esta estrada no Atlântico Norte conecta vários povoados costeiros. Perfeita para turistas, por suas vistas incríveis.

 

Túnel Guoliang, China

 

7

 

Esta estrada que corta a montanha Guoliang foi construída pelos próprios moradores da região. Até 1972, esse caminho, construído na rocha, era o único vínculo dos locais com a região. Após algum tempo, as autoridades chinesas construíram um túnel de 1.200 metros.

 

Passo Gois, França

 

8

 

Esta incrível rodovia na costa noroeste da França só fica aberta para o tráfego durante algumas horas por dia. O restante do tempo, fica debaixo d’ água, coberta pela maré. Antes de entrar em seus 4,5 quilômetros, é interessante dar uma boa estudada na tábua das marés. Caso contrário, seu carro pode acabar virando submarino.

 

Estrada para o céu na Montanha Tianmen, China

 

9

 

São apenas 10 quilômetros de distância, 99 curvas e uma elevação acumulada de 1 mil metros desde a base. Só para quem tem nervos de aço.

 

Hana, Havai

 

10

 

Esta estrada possui 112 quilômetros e liga a cidade de Kahului a Hana, na ilha de Maui, também no Havaí. Estreita e curva, possui 59 pontes, muitas das quais com espaço para apenas um carro. E os deslizamentos de terra são comuns.

 

Estrada Federal ’Kolyma’, Rússia

 

11

 

Uma das muitas rodovias batizadas como ‘estrada da morte’. Os primeiros 90 quilômetros foram inaugurados em 1932 e a construção ficou pronta em 1953. A obra foi toda feita por detentos.

 

Col de la Bonette, França

 

12

 

Essa perigosíssima estrada fica a 2 mil metros de altitude nos Alpes franceses, na fronteira com a Itália. Possui curvas perigosíssimas e inesperadas.

 

Passo de São Gotardo, Suíça

 

13

 

Também nos Alpes, é uma estrada de 64 quilômetros que surpreende tanto por suas curvas quanto por sua vista extraordinária.

 

Caminho ’Cáucaso’, Rússia

 

14

 

Esta estrada estreita no Cáucaso, região montanhosa da Rússia, assusta, mas também encanta.

 

Eshima Ohashi, Japão

 

15

 

Não é uma estrada, mas uma ponte. Só que não é uma ponte comum, e sim uma ponte muito mais perigosa que qualquer estrada que mencionamos aqui. Ela une as cidades de Sakaiminato e Matsue. Seu comprimento é de 1,7 quilômetro e sua largura, 11,3 metros. Olhando de longe, parece que o simples ato de passar por ali é uma insanidade. Esse ‘calombo’ se deve à necessidade de facilitar a passagem dos navios.