Conheça o projeto científico que promete reviver os mortos em menos de 30 anos

Conheça o projeto científico que promete reviver os mortos em menos de 30 anos

 

Já pensou que as pessoas pode começar a ressuscitar seres humanos com Inteligência Artificial? Existe uma empresa que anunciou a intenção de ressuscitar os mortos, armazenando suas memórias e usando inteligência artificial para devolvê-los a vida. Isso no futuro, é claro.

 

Já pensou que as pessoas pode começar a ressuscitar seres humanos com Inteligência Artificial? Existe uma empresa que anunciou a intenção de ressuscitar os mortos, armazenando suas memórias e usando inteligência artificial para devolvê-los a vida. Isso no futuro, é claro.

 




 

1

 

Essas nossas informações seriam codificadas em múltiplas tecnologias de sensores, que serão construídos em um corpo artificial com cérebro de um ser humano falecido. Em uma entrevista, o CEO e fundandor da Humai Josh Bocanegra disse o seguinte: “Acreditamos que podemos ressuscitar o primeiro ser humano dentro de 30 anos, Ele ainda afirmou que usaria a tecnologia de criogenia para congelar e armazenar um cérebro depois da morte, deixando as memórias seguras até que a tecnologia esteja pronta para ser usada.

 

Para garantir que uma pessoa se mantenha o mais próximo de sua versão original, a HUMAI (cujo nome é uma sigla de “Ressurreição Humana Através de Inteligência Artificial”) vai guardar o máximo possível de informações sobre as pessoas que desejam voltar a vida, o trabalho começa ao recolher todas as informações possíveis sobre aquele que deseja voltar a viver depois de morto. Josh Bocanegra afirma que usarão tecnologia de clonagem para restaurar o cérebro antigo e inseri-lo no corpo à medida que ele amadurece. O cientista chinês Xu Xiaochun, que é a cabeça por trás da maior fábrica de clonagem do mundo, diz que já tem tecnologia o suficiente para replicar os seres humanos, mas só está adiando por medo da reação do público.

 

 

2

 

Bocanegra acrescenta que embora outras empresas de Inteligência Artificial estejam tentando fazer outras versões virtuais de pessoas depois que morrem, o seu projeto foi o primeiro que realmente trará as pessoas de volta á vida. Ele afirma o seguinte: “Eu não acho que lápides, fotos, vídeos ou mesmo as nossas próprias memórias são as melhores maneiras de lembrar alguém que já morreu. Em vez disso, eu acho que uma versão de inteligência artificial da pessoa que você ama, a quem você possa interagir por texto ou voz, seria mais desejável.”

 

Essa ideia pode parecer muito promissora, mas ainda não existe nenhuma evidência sólida de que a consciência pode ser “baixada” do cérebro e transferido para uma máquina, como se fosse um arquivo de computador, que pode ser copiado para outro computador via USB. Além disso, a alegação de que o corpo artificial pode ser controlado pelos pensamentos e dificilmente sustentável. Apesar de vários avanços tecnológicos nos últimos anos ter tornado possível controlar membros robóticos e implantes através de ondas cerebrais, ainda não existem maneiras práticas para controlar um corpo artificial por inteiro.

 

 

3

 

Bom, além de todos esses fatores, é importante lembrar que o cérebro não é o único órgão que determina a nossa forma de pensar, sentir e se comportar. Na verdade, outras partes do nosso corpo também tem uma participação nos nossos comportamentos, como por exemplo os hormônios produzidos por nossas glândulas, que podem realmente influenciar em nossas decisões e ações, sem mencionar que a nossa consciência não é igual a mente o cérebro.

 

É amigos, existem muitos fatores que vão contra essa experiência da HUMAI, mas como os humanos vem tendo sucesso nas tecnologias nos últimos anos, mesmo co fatores que vão contra esse experimento, é possível sim que dentro de 30 anos as pessoas possam “voltar a vida” através da Inteligência Artificial. E aí caros companheiros, o que vocês acham dessa ideia? Deixem um comentário aqui pra gente!