Freiras cultivam erva para curar o mundo

Freiras cultivam erva para curar o mundo

 

Ser uma freira não é para qualquer um. É preciso ter disciplina, dedicação, empatia e paciência. Também, para essa ocasião, é necessário um conhecimento muito grande sobre a horticultura da maconha. Aposto que nunca te disseram isso que nos acampamentos da igreja.

 

É óbvio que nem todas as freiras cultivam maconha. Na verdade, temos certeza que a maioria das freiras não o faz. Mas estas freiras não são freiras comuns. Estas freiras são As Irmãs do Vale (The Sisters of the Valley), objeto de uma fascinante série de fotografias feitas pelos fotógrafos Shaughn Crawford e John DuBois.

 

Provenientes da cidade de Merced, Califórnia, As Irmãs – que se consideram religiosas, mas não são católicas ou tradicionalmente religiosas – cultivam maconha de acordo com os ciclos da lua, antes de transformar sua colheita em remédios que depois vendem online. Seus produtos, que são todos orgânicos, tratam uma variedade grande de doenças, incluindo dor nas costas, enxaquecas e até mesmo ressacas, e cada frasco e recipiente recebe a sua própria oração antes de ser enviado para distribuição.

 

Apesar de elas serem licenciadas para cultivar maconha medicinal, no entanto, o funcionamento deste negócio está sob ameaça de municípios da Califórnia que estão considerando proibir o de cultivo, o que tornaria a empresa ilegal. Mas as Irmãs planejam lutar contra a proibição. Elas tem, afinal, Deus ao seu lado.

 






1

 

2

 

3

4

 

5

 

6

7

 

8

 

9

10

 

11

 

12

13

 

14

 

15

16

 

17

 

18