Mitologia Grega: As histórias por trás de 6 deuses mitológicos

Mitologia Grega: As histórias por trás de 6 deuses mitológicos

Para falar em mitologia grega é necessário entender um pouco sore a genealogia dos deuses. Em primeiro plano tinha-se Urano (Céu) e Gaia (Terra). Urano tinha o péssimo hábito de devolver seus filhos recém-nascidos ao ventre da mãe. Cansada, Gaia escondeu um deles, Cronos e, de seu seio, fez uma lâmina em forma de foice. Cronos, com a ajuda de seus irmãos, usou-a para castrar seu pai enquanto dormia.

Assim, Cronos transformou-se no Senhor do Olimpo. Não muito simpático, Urano amaldiçoou-o dizendo que assim como ele, Cronos seria destronado por um filho.

Cronos casou-se com Réia, sua irmã. Juntos tiveram seis filhos: Deméter, Hera, Hades, Zeus, Poseidon e Héstia. Com medo das palavras do pai, Cronos começou a comer seus descendentes. Réia, conseguiu proteger Zeus, trocando-o por uma pedra. Zeus cresceu com sua mãe, já adulto, uniu-se à ela para atacar Cronos. Rasgando-lhe a barriga, libertando seus irmãos. Aprisionou o titã no Tártaro e tornou-se o Deus do Olimpo.

Deméter

1

Deusa da vegetação e fecundidade. Seu nome significa deusa mãe ou deusa da cevada. Os romanos a chamavam Ceres, que vem da palavra cereal, que se refere a todos os tipos de grãos. Deméter teve um turbulento e trágico caso com Iásion, e com ele teve um filho, Pluto, que mais tarde torna-se a personificação da abundância e riqueza. Zeus, também seu amante, enciumado, mata Iásion com um raio fulminante. Da união com o irmão, nasceu Core, que foi raptada por Hades, tornando-se Perséfone, a deusa do submundo.

Hera

2

Deusa do casamento, esposa de Zeus. Era totalmente contra as amantes e filhos fora do casamento. Extremamente ciumenta, agressiva e vingativa. Tentou matar Hércules quando ainda bebê. E de todos, o único que gostava era Hermes e sua mãe, Maia, pois encantou-se com a beleza e inteligência do rapaz. Por toda a Grécia haviam sete templos em homenagem a ela e, em épocas de casamento, mulheres, e alguns homens, oravam e levavam oferendas, cultuando a deusa. Odiava Afrodite, por ser mais bela que ela, e Herácles, a quem tentou matar diversas vezes na guerra de Tróia. Com Zeus teve seus únicos filhos, Ares, Éres, Hebe, Hefesto e Ilitia.

Hades

3

Após uma batalha contra os titãs, juntamente a seus irmãos Zeus e Poseidon, conquistou domínio, tornando-se o Deus do submundo. Era casado com Perséfone, filha de Zeus, a quem raptou do mundo superior. Apesar de ser um deus bastante quieto, as pessoas tinham medo de pronunciar seu nome. O submundo era dividido em duas partes: Érebo, lugar no qual as almas a serem julgadas permaneciam para receber suas recompensas ou castigos; e o Tártaro, a parte mais profunda de todo o mundo subterrâneo, onde ficavam aprisionados os titãs. Apesar de não parecer, Hades era muito justo, e era o próprio juiz do “tribunal” julgador de almas.

Zeus

4

Era considerado o deus dos deuses, governava o Olimpo, casou-se com sua irmã Hera, apesar de ter tido várias amantes humanas. Seus filhos mais conhecidos são: Apolo, deus da medicina e da luz; Atenas, deusa da sabedoria e da estratégia; Dionísio, deus do vinho; Hefesto, deus do fogo; Helena (princesa grega); Hermes, deus do comércio e dos viajantes; Herácles, herói grego; Hércules, herói grego; Minos, rei de Creta e Perséfone, deusa do mundo subterrâneo.

Poseidon

5

Deus do Oceano, era o irmão mais velho de Zeus. Casado com Anfitrite, com quem morava num palácio no fundo dos mares. Por ser o responsável pelos maremotos e tsunamis, tanto navegantes quanto moradores de vilarejos à beira mar, rezavam e cultuavam o deus, pedindo águas calmas e proteção contra monstros marinhos. Com Anfitrite teve um filho, Tritão. E com sua amante, Medusa, Pégaso, um cavalo alado. Também teve um caso com sua rmã Deméter, que para tentar evitá-lo transformou-se em égua, ele, por sua vez, em garanhão. Juntos geraram Arion.

Héstia

6

Deusa da família e dos lares. Conquistou essa posição jurando virgindade aos irmãos. Além de muita querida por todos os deuses, era simbolizada pelo fogo e lareira. E considerada a personificação de um lar estável e feliz. As pessoas a adoravam por ser considerada a protetora das cidades, colônias e famílias. Os peregrinos, ao chegarem em uma nova cidade, sempre faziam oferendas à deusa. Fazia parte dos 12 deuses do Olimpo, até que foi substituída por Dionísio. Apesar de pouco conhecida, foi uma figura muito importante e respeitada, recebendo sempre as melhores ofertas dos mortais.

Gostaste deste artigo? Então partilha com os teus amigos nas tuas redes sociais.

Vê também:

4 histórias de deuses mitológicos, só para adultos

25 curiosidades sobre a história do Natal

10 Descrições do Inferno segundo algumas culturas e religiões

10 razões pelas quais o inferno não existe

A diferença entre paranormal e sobrenatural